Projeto do Pólo de Defesa de Anápolis é apresentado na Embaixada da Argentina.

Projeto do Pólo de Defesa de Anápolis é apresentado na Embaixada da Argentina.

A Associação Comercial e Industrial de Anápolis, a convite do embaixador da Argentina no Brasil, Carlos Alfredo Magariños, participou da “Primeira Reunião da Federação das Câmaras de Comércio Argentinas no Brasil.“ Na oportunidade, além de estreitar os laços para implantação de uma Câmara em Goiás, com o apoio da ACIA, o presidente Anastacios Apostolos Dagios apresentou o Projeto do Polo de Defesa de Anápolis.

O encontro ocorreu nos dias 20 e 21 de dezembro na Embaixada da Argentina, a comitiva de Anápolis composta por 17 pessoas entre diretores da Associação, militares de reserva e profissionais da imprensa, participou na manhã de quinta-feira, dia 21.

A titular da Seção de Relações Institucionais e Diplomáticas, Maria Julia Lorenzo, conduziu o evento. Ela enfatizou o empenho da Embaixada na implantação de Câmaras de Comércio em estados estratégicos para a Argentina, o que resultou no crescimento de duas para 13 Câmaras entre 2016 e 2017.

Todos os presidentes das Câmaras foram enfáticos em ressaltar que há muitos pontos em comum no relacionamento entre Brasil e Argentina, mas que há muito a ser feito para que os acordos do Mercosul sejam garantidos, entre os principais gargalos foi apontado o protecionismo em certos segmentos, mesmo não sendo de esfera governamental.

O presidente Anastacios Apostolos Dagios falou sobre a indicação de Anápolis pela Escola Superior de Guerra (ESG) para a implantação de um Pólo de Defesa. Segundo a ESG, a cidade reúne as melhores condições estratégicas. O advogado Sóstenes Arruda explicou essas condições e pontuou o fato de o Porto Seco Cento Oeste, localizado no Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA), ser autorizado pelo Ministério da Defesa para fazer operações com cargas alfandegárias bélicas.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *