Economia e Cooperativismo

Quando superarmos a profunda crise que vivemos, o mundo será diferente. Não sobreviverá o mais forte e sim aqueles que melhor se adaptarem ou já estiver preparado. O ambiente será o meio mais, comum pelo qual iremos trafegar.

Este ano, notadamente a partir da chegada do Covid-19, as cooperativas se intensificaram, potencializando o interesse pelas pessoas e pela comunidade.

Como disse Enio Meinem: “No cooperativismo a atividade econômica atinge a finalidade humana. Nada mais atual e necessário para o mundo pós pandemia.” – afirma Enio Meinem.

A pandemia deixará em seu rosto uma legião de trabalhadores e pais de família sem emprego e renda. A exemplo do que ocorreu na Revolução Industrial que fez nascer o cooperativismo, ou no pós guerra quando surgiu o complexo de cooperativas, novamente o sistema de cooperativismo poderá ser a solução para gerar a renda e fomentar o desenvolvimento econômico, social.

Segundo o presidente do Sistema OCB, senhor Luiz Alberto Pereira, “A recuperação será mais rápida neste modelo econômico. Um ponto fundamental é que as cooperativas são sociedades de pessoas não de capital. O capital pode mudar de mãos ou perder valor, mas as pessoas permanecem juntas, mantendo a força e a resistência do conjunto. Tudo isso, somado, é o que dá credibilidade e fortalece para a recuperação.” – comenta Luiz Alberto Pereira da OCB/GO.

por Adimir Luchetti
Assessor ACIA

fonte: ASCOM/ACIA